Daniela Mercury no Música #EmCasaComSesc na quinta-feira, 18

A série Música #EmCasaComSesc está no ar desde 19 de abril e soma mais de 2,5 milhões de visualizações em 55 apresentações com importantes nomes da música brasileira, nos mais variados estilos. Hoje à noite temos um encontro com Toquinho, que celebra 50 anos de carreira de muita técnica e sensibilidade. Com participação especial da cantora Camilla Faustino, Toquinho promete apresentar seus grandes sucessos; Tarde em Itapuã, Que Maravilha, Regra Três, Samba de Orly, O Velho e a Flor, Aquarela e tantos outros. E no domingo, Rincon Sapiência apresenta seu segundo disco, “Mundo Manicongo: dramas, danças e afroreps”, em que viaja pelos mais diversos ritmos, norteados pela musicalidade de vertentes da música pop contemporânea africana, além de ritmos originários das periferias, como o pagodão baiano e o funk brasileiro.

Na segunda-feira, dia 15, a música paraense chega às casas de todo o Brasil com o show do multi-instrumentista Manoel Cordeiro. Nome de peso no gênero da guitarrada, ele apresenta para o público do Música #EmCasaComSesc seu repertório autoral, lançado em dois discos de sua carreira, e ainda músicas inéditas. Na apresentação, Manoel demonstrará o conceito de “guitarrada contemporânea”, resultado de todo o seu trabalho de pesquisa e reinvenção do gênero paraense.

Terça-feira, 16, é dia de relembrar os maiores sucessos dos 50 anos de carreira de Pepeu Gomes no show 50 a Mais de Mil. O cantor e guitarrista, considerado um dos 10 melhores do mundo na categoria World Music, segundo a revista americana Guitar World, traz no repertório grandes sucessos revisitados, como as músicas produzidas junto à emblemática banda da década de 70, Novos Baianos, e outras de sua carreira solo, que fizeram sucesso nas rádios e nas trilhas sonoras de novelas.

No dia seguinte, quarta-feira, 17, a cantora Adriana Moreira apresenta o show 5 Gerações no Música #EmCasaComSesc. Para essa apresentação, ela faz um passeio por sua trajetória, entoando um pouco da bagagem histórica e cultural adquirida por herança da ancestralidade e longa caminhada por palcos do Brasil. São canções que, há cinquenta anos, compõem a trilha sonora de sua memória afetiva, bem como a de muitos brasileiros. Estão no repertório canções de compositores como Cartola, João Nogueira, Dona Ivone Lara, Djavan e Chico Buarque.

Na quinta-feira, 18, às 19h, a cantora que conquistou o Brasil e o mundo, Daniela Mercury, se apresenta em versão intimista, direto de sua casa em Salvador. Ela, que vendeu 20 milhões de álbuns, foi agraciada com um Grammy Latino e lançou 20 discos e 7 DVDs ao longo de seus mais de 30 anos de carreira, faz um show no formato voz e violão, relembrando canções consagradas de sua carreira em uma versão acústica. Também estarão no repertório as músicas de seu novo álbum, Perfume, e outras do vasto universo da música popular brasileira.

E por fim, na sexta-feira, a dupla Carlos Careqa e Mário Manga retomam o bom humor característico de ambos no show Dois Cavalos. Grandes expoentes da música brasileira da década de 1980, eles colocam em cena o lado teatral para esta performance musical, na qual dois cavalos se encontram no palco e recebem os espíritos de John Lennon e George Harrisson. No repertório, o duo apresenta canções autorais da carreira solo de cada um, além de músicas que consagraram a banda de atuação de Mário Manga, Premê, como Padaria e Brigando na Lua. O público terá, ainda, algumas surpresas dos beatlesmaníacos de carteirinha.

Para conferir toda essa programação, basta acessar as páginas youtube.com/sescsou o novo endereço do Sesc São Paulo no Instagram criado especialmente para a série Sesc Ao Vivo instagram.com/sescaovivo.

Desde o dia 19 de abril, o Sesc São Paulo vem oferecendo um show diferente por dia, todos os dias às 19h, ao vivo e direto da casa do artista. A programação foi pensada a todos que apreciam a boa música brasileira, em tempos de isolamento social por conta do novo coronavírus e que levou ao fechamento das unidades em todo o Estado para evitar a disseminação da Covid-19.

Até aqui, já passaram pela série de Música #EmCasacomSesc os artistas Zeca Baleiro, Chico César, a dupla Fernanda Takai e John Ulhoa da banda mineira Pato Fu, Roberta Sá, Paulo Miklos, João Bosco, Zélia Duncan, Hamilton de Holanda e Mestrinho, Rael, Mônica Salmaso e Teco Cardoso, Davi Moraes e Pedro Baby, Hélio Ziskind, Siba, Luciana Mello e Jair Oliveira, Marcelo Jeneci, Renato Braz, André Mehmari, Anelis Assumpção e Curumin, Ayrton Montarroyos e Edmilson Capelupi, Céu, Emicida, Dori Caymmi, Tulipa Ruiz e Gustavo Ruiz, Toninho Ferragutti, Ná Ozzetti e Dante Ozzetti, Josyara, André Abujamra, Luedji Luna e Zudizilla, João Donato, Joyce Moreno, Duo Siqueira Lima, Tiê, As Bahias e a Cozinha Mineira, Nilze Carvalho, Ava Rocha, Adriana Calcanhotto, Eduardo Gudin e Naila Gallotta, Hercules Gomes, Mariana Aydar, Lula Barbosa, Thaíde, Maurício Pereira e Chico Bernardes, Leila Pinheiro, Geraldo Azevedo, Cristian Bubu, Zé Renato, Filipe Catto, Edgard Scandurra, Teresa Cristina, Carlinhos Antunes e Gabriel Levy, Vidal Assis e Mahmundi. As apresentações atingiram uma audiência de mais de 2,5 milhões de visualizações, somando as páginas do Sesc São Paulo e dos artistas que transmitiram as apresentações.

A série Música #EmCasacomSesc também tem sido uma oportunidade para promover o Mesa Brasil, programa que conecta empresas doadoras e instituições sociais para o complemento de refeições de pessoas em situação de vulnerabilidade social. Criado há 25 anos pelo Sesc São Paulo e hoje em operação em diversos estados do país, a iniciativa está com uma campanha para expandir sua rede de parceiros doadores e ampliar a distribuição de alimentos, produtos de higiene e limpeza em meio à crise causada pelo novo coronavírus. Também engajados pela causa, os artistas têm aproveitado as transmissões on-line para convocar as pessoas, principalmente empresários e gestores, a integrarem a rede de solidariedade. Para saber como ser um doador, acesse o site mesabrasil . sescsp . org . br .

Com o hit “Proibido o Carnaval”, Daniela Mercury vence o Poc Awards na categoria “Hino do Ano”

Proibido o Carnaval“, feat de Daniela Mercury com Caetano Veloso, levou o troféu Poc Awards na categoria “Hino do Ano” pela escolha do júri. A canção satiriza a fala de Damares Alves (“meninas vestem rosa e meninos vestem azul”) e também cita Stonewall,  marco nas manifestações pela liberdade LGBT+ em Nova York no final dos anos 1960.

contato@gay.tur.br

E-MAIL: contato@gay.tur.br

Deixe uma resposta