Modelo Max Souza fala sobre objetificação de corpos negros “É algo bastante desagradável”

Max usou suas redes sociais para expor seu incomodo com a objetificação dos corpos de homens negros. “Sabemos que existe muito essa hipersexualização tanto no meio hetero quando no meio gay. Sempre acham que o homem negro tem sempre uma genitália enorme, ou é ativo sempre! Muitos até afirmam ter fetiche em homem negro por conta disso. É algo bastante desagradável”. Nós somos livres para sermos o que quiser.

foto
Reprodução

Em suas redes sociais Max exibe o corpo malhado em diversas fotos de sunga e afirma que recebe comentários um tanto quanto desagradáveis. “toda vez que eu ver comentários desagradáveis desse tipo eu vou vir aqui falar. Não é porque mostro meu corpo nas redes sociais que devo aceitar esses tipos de comentários”.

“Exercer a sexualidade é um direito de todos nós, seja qual for a sua cor, gênero ou orientação sexual. Quando falo sobre hiperssexualização de homens negros, não quero dizer que é proibido de achar o corpo daquele homem bonito, não é proibido elogiar. Hiperssexualizar um homem negro é tirar dele a condição de homem e vê-lo somente como um corpo, um fetiche, pronto para ser usado e abusado pelos seus desejos sexuais”. Finalizou Max

2 thoughts on “Modelo Max Souza fala sobre objetificação de corpos negros “É algo bastante desagradável”

Deixe uma resposta