Posithividades lança produtos para facilitar a vida de quem vive com HIV

Projeto de apoio às pessoas que vivem com o HIV, o Posithividades acaba de lançar dois produtos para contribuir para que mais e mais pessoas tornem-se indetectáveis. Isso ocorre por meio da adesão ao tratamento médico concedido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde. Uma pessoa que vive com HIV e está com carga viral abaixo do limite de análise é considerada indetectável. E essa mesma pessoa estando há 6 meses indetectável ela é intransmissível, ou seja, não transmite o vírus via sexual e evita doenças oportunistas. O primeiro produto é o CDJ, uma uma espécie de planejamento de medicamentos que serve para pessoas que tomam medicação controlada. Este produto foi pensado na dificuldade das pessoas vivendo com HIV na adesão ao tratamento.

foto
Reprodução

Criador do projeto, o administrador Lucian Ambrós conta que diversas pessoas que o procuram possuem justamente essa dificuldade de tomar a medicação necessária para o controle do vírus. Por isso, desenvolveu um adesivo para colar na embalagem dos remédios, muitas pessoas que vivem com HIV mudam de embalagem suas medicações e muitas vezes molham ou danificam o mesmo. O rótulo vem com 30 espaços onde a pessoa anota manualmente cada dia que tomou evitando ou o esquecimento ou que se tome repetidamente o comprimido. Ao chegar próximo ao final, o próprio rótulo já tem um sinalizador em bolinhas vermelhas. “O mais legal é que este produto pode ser utilizado diversas vezes já que é um material de alta qualidade e reutilizável, simula um min
calendário”, explica. O segundo produto novo é o New Jujubex feito em impressora 3D. É do tamanho de uma embalagem das balinhas Tictac e tem um espaço para poder acoplar ao chaveiro. O New Jujubex é produzido em diferentes cores para tornar o tratamento de HIV ou qualquer outro tratamento mais divertido e menos pesado. A
matéria-prima é biodegradável.

foto
Reprodução

O projeto Posithividades
O Posithividades nasceu em 2017 através do concurso Desafio Universitário Empreendedor do Sebrae e ficou em 1º lugar do estado de Santa Catarina e entre os 10 melhores projetos do Brasil. Era uma rede social voltada para HIV que ficou 6 meses no ar com mais de 10.000 usuários em 60 países, porém – por falta de recursos – o projeto saiu do ar e as redes sociais continuaram sendo o elo entre pessoas vivendo com HIV e a comunicação de HIV.
Nesses 4 anos já auxiliou mais de 25.000 pessoas a melhorar sua adesão ao tratamento de HIV através de grupos de acolhimentos, via redes sociais e conteúdos direcionados a esse público. Em 2019 o Posithividades lançou a primeira loja virtual do mundo voltada para visibilidade, prevenção e informação sobre HIV, porém logo em seguida saiu do ar e agora retorna com estes novos produtos.

Lucian Ambros, o idealizador do Posithividades, vive com HIV a 11 anos, é formado em Administração de empresas especialista em gestão, negócios, marketing digital, produção de conteúdo e redes sociais e nos últimos anos através de diversas conversas com seus acolhidos resolveu trazer de volta a lojinha do Posithividades com produtos próprios inclusive desenhados por ele. O Posithividades busca tornar as pessoas indetectáveis ao preconceito através do empreendedorismo, informação e inovação no que se refere ao HIV. Hoje está presente em diversas redes sociais e é a maior página em português sobre HIV do mundo dentro da plataforma Tiktok. Você pode conhecer um pouco mais sobre o projeto ou os produtos em www.posithividades.com ou pelas redes sociais @posithividades.

Deixe uma resposta