Câmara LGBT e Aliança Nacional LGBTI+ assinam acordo de cooperação

Câmara LGBT e Aliança Nacional LGBTI+ assinam acordo de cooperação
LOJA DAS POCS

No fim deste domingo (17 de maio), Dia internacional de luta contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia; a Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil assinou um convênio de cooperação com a Aliança Nacional LGBTI+. A data foi escolhida pela sua importância para a comunidade LGBTI+, já que há exatos 30 anos a OMS excluía a homossexualidade da lista de doenças mentais. A assinatura foi feita através de videoconferência, respeitando as medidas de isolamento social.

A Câmara LGBT e Aliança Nacional atuarão como entidades independentes apoiando uma missão compartilhada em promover as ações LGBTI+ inclusivas. A parceria tem com o objetivo inclusão social, econômica e igualdade para as comunidades LGBTI+. Entre os objetivos específicos do acordo consta a introdução desta parceria aos membros atuais e potenciais das entidades e incentivo à participação cruzada em atividades e eventos organizacionais, incluindo os eventos que venham a ser promovidos por ambas.

“Assinar este acordo, neste dia tão importante para nós, significa um marco de união entre as duas entidades que juntas vão fazer ainda mais por uma sociedade mais igualitária e sem preconceitos. Queremos usar esta parceria para potencializar a promoção da diversidade entre as empresas, organizações e poder público, promovendo um maior nível de inclusão de LGBTI+ em todas as instâncias”, afirma Ricardo Gomes, Presidente da Câmara LGBT.

Para Toni Reis, Presidente da Aliança Nacional LGBTI+ o acordo vai incentivar oportunidades de geração de empregos, incrementos de negócios, respeito a orientação e identidade de Gênero das pessoas LGBTI+ e parcerias entre os respectivos membros: “Há vários meses estamos preparando e deliberando sobre este acordo que foi assinado em um dia muito especial para a comunidade LGBTI+. Vamos identificar e arregimentar pessoas, entidades e empresas comprometidas com a diversidade para se aliar às causas das duas organizações”.

Juntas as entidades querem apoiar de forma colaborativa os eventos educacionais no Brasil e no exterior para apoiar a missão e a compreensão do universo LGBTI+. O acordo que tem vigência indeterminada e tem validade a partir da data de sua assinatura é um guia de cooperação mútua.

Manual de Turismo LGBTI+

No centro do acordo está a elaboração e publicação do Manual de Turismo LGBTI+. Juntas as entidades têm o desafio de selecionar o conteúdo mais relevante e necessário para fomentar esse setor do turismo no Brasil.

O Turismo LGBTI+ movimentou no mundo USD 218,7 bilhões em 2018, segundo dados da pesquisa LGBT Travel Market, promovida pela Consultoria Out Now/WTM. Ainda, segundo o levantamento, o Brasil é o segundo mercado, ficando apenas atrás dos Estados Unidos que movimentaram em 2018 USD 63,1 milhões, enquanto nosso país foi responsável pela movimentação de USD 26,8 milhões.

Para Ricardo Gomes, apesar dos números da pesquisa mundial que coloca o Brasil como segundo mercado mundial, há muito a ser feito e em termos de trabalho e divulgação do Brasil como destino Friendly. “Precisamos desenvolver um trabalho coeso enquanto nação, agrupando destinos comprometidos em receber bem o turismo LGBTI+. Governo federal, estados e municípios precisam trabalhar juntos para atrair ainda mais turistas LGBTI+ para o Brasil”, afirmou o presidente da Câmara LGBT do Brasil.

O Manual de Turismo LGBTI+ tem como um dos seus principais objetivos informar termos corretos e práticas adequadas no trato aos profissionais LGBTI+ da cadeia do turismo bem como aos turistas LGBTI+. A publicação vai contar com 100 páginas e a tiragem será de 5 mil exemplares impressos, no entanto a versão digital estará disponível nos sites das duas entidades de forma irrestrita e com acesso liberado para todos.

“O Manual está começando a ser elaborado em um momento muito importante e que pode contribuir com a retomada dos negócios da cadeia turística brasileira quando a pandemia estiver controlada.” Declara Ricardo. Ainda segundo o executivo o turismo LGBT no Brasil é de suma importância na geração de emprego, renda e divisas.

Para Toni Reis esta parceria com a Câmara é de suma importância para a produção do Manual porque será possível aliar os conhecimentos das duas entidades: “A Câmara LGBT faz no Brasil um trabalho com cidades, municípios e o país para o incremento do turismo LGBT, além da troca de expertises que tem com diversas Câmaras LGBT pelo mundo. Certamente a câmara é o parceiro mais qualificado para capitanear a produção do Manual de Turismo LGBTI+”.

Sobre as entidades

A Câmara e Comércio e Turismo LGBT do Brasil é uma associação sem fins lucrativos, que tem por objetivo principal a promoção do intercâmbio de conhecimento e o desenvolvimento de relações comerciais e empresariais entre pessoas físicas e jurídicas do Brasil e do exterior, fomentando o empreendedorismo, desenvolvimento socioeconômico e cultural da comunidade LGBTI+.

A Aliança Nacional tem como propósito contribuir para a promoção e defesa dos direitos humanos e cidadania de pessoas LGBTI+, trabalhando em parceria com pessoas LGBTI+ e aliadas, bem como organizações das mais diversas naturezas interessadas em apoiar a causa LGBTI, a fim de articular os/as diversos/as atores/as interessados/as em colaborar com esta luta, desde que respeitadas as disposições do seu estatuto.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*