Em entrevista, Leão Lobo conta que já foi vítima de fofoca

Na última sexta-feira, o jornalista, radialista, apresentador e ator Leão Lobo concedeu uma entrevista ao GAY BLOG BR, onde conta estar triste por sua saída do SBT e relembra sua carreira. Lobo também conta sobre o suposto romance com Roberta Close e desafetos com celebridades.

O jornalista também conta também que já até “o mataram” em uma fake news:

“Já fui alvo de fofoca sim. Chegaram até a me ‘matar’. Disseram que eu tinha morrido, essa coisa toda. Faz parte. A partir do momento que você está no vídeo, que você está no ar, que você é uma pessoa pública, o juiz me falou “50% dos seus direitos de privacidade você perde”, você se tornou uma pessoa pública porque você quis, você optou por isso”, disse ele.

CARREIRA

Filho e irmão de jornalistas, Leão Nicola Lobo não queria seguir os passos de seus familiares, mas ser ator teatral. Em 1973, fez sua estreia profissional no teatro com a peça O Jardim dos Amores, com Cleide Yáconis, mas as dificuldades financeiras fizeram com que ele se lançasse a novos desafios. Em 1974, surgiu a oportunidade de atuar como repórter no Jornal do Bairro, de São Paulo. A partir daí, apaixonou-se pela profissão de jornalista e foi trabalhar em veículos como o Jornal da Tarde e a Folha da Tarde.

Em 1984, surgiu o primeiro convite para participar de programas de televisão. A estreia definitiva na TV veio com o programa Mulheres, na TV Gazeta, em 1990, no qual permaneceu por várias fases até 2001.

Em 1991 foi convidado pelo SBT para ter um quadro de fofocas no Aqui Agora. Saiu do telejornal em 1996.

No período de 2000/2001, Leão, junto com a apresentadora Claudia Pacheco, apresentou o programa Arroz, Feijão e Fofoca, na Gazeta, onde, como sempre, contava a vida das celebridades. Neste mesmo período foi cogitado para assumir o TV Fama, na RedeTV!, porém as negociações não avançaram, o que ele atribui a uma “puxada de tapete”.

Entre 2001 e 2003, já na Band, apresentou o programa Melhor da Tarde junto à Astrid Fontenelle e Aparecida Liberato. De 2004 a 2007, Leão teve um programa solo na emissora, o De Olho nas Estrelas, que repercutia as novidades da televisão em geral e fofocas das celebridades. Entre 2007 e 2008 comandou seu último trabalho na Band, o Atualíssima, isso porque a emissora, àquela altura, já sinalizava que não renovaria seu contrato devido à reformulação da programação.

Em 2009, transferiu-se para a CNT, onde apresentou o Notícias e Mais, com Celso Russomanno, Adriana de Castro e Rony Curvelo.

Em 2014, retornou à TV Gazeta, onde integrou o elenco do programa Revista da Cidade, no qual fazia a cobertura das notícias das celebridades ao lado da apresentadora Regiane Tápias. Ele ficou na emissora por cerca de dois anos, até romper o contrato e ir em definitivo para o SBT.

Em 2016, passou a apresentar um novo programa ao lado de Mara Maravilha e Mamma Bruschetta e Décio Piccinini, o Fofocando, que estreou no dia 1 de agosto de 2016. No início de 2017 a atração teve seu nome alterado para Fofocalizando. O jornalista foi forçado a rescindir o contrato que tinha com a TV Gazeta, tendo que pagar a multa contratual Leão Lobo também é, desde 2013, jurado do quadro Dez ou Mil, do Programa do Ratinho, também do SBT.

Por falar da vida pessoal dos famosos já foi processado por diversos deles, tais como: Susana Vieira, Danielle Winits, Thiago Lacerda, Paolla Oliveira e vários outros artistas.

Leão Lobo já teve quadros de fofocas em vários programas da televisão como: Show de Calouros no SBT, Note e Anote com Ana Maria Braga na Record, Dia Dia e Jogo da Vida na Band. Também foi repórter do Domingo Legal com Gugu, no SBT.

Estrelou diversas peças de teatro, como: “Aconteceu com Shirley Taylor”, “O Mambembe” e “Uma Comédia do Além”.

contato@gay.tur.br

E-MAIL: contato@gay.tur.br

Deixe uma resposta