Casa Fluida: Novo hub de gastronomia e arte contemporânea LGBTQIAP+

Com arte e camarim aberto, a Casa Fluida apresenta entre os dias 22 de janeiro e 19 de março de 2022 a exposição #Desátame1997, do artista plástico Paulo Mattos. Entre os destaques, estão as obras da série “Anjos da Noite” com desenhos eróticos inéditos de 1997 como O Dominador, O Stripper, O alter ego, entre outros. O artista também ocupará os espaços da casa com novos desenhos e técnicas nas obras A Venus Fluida, O Jardim dos Deuses Polinizadores e Os sonhos. Segundo o artista, “a exposição proposta para a Casa Fluida é transgressora e libertadora, provoca desejos e pensamentos contraditórios”.

foto
Reprodução

Afirma ainda “que a moda dos anos 1990 trazia o minimalismo clean e exaltava beleza e poder. A estética da época era um desafio difícil, surgia o conceito do ser humano ‘top’, que aparecia nu nas campanhas publicitárias, nos filmes e revistas, nas aberturas de telenovelas. Com o lançamento do livro SEX de Madonna a visão de corpos tidos como perfeitos eram exaltados, a internet começava a demarcar espaço e paralelamente entre os jovens cresciam os relatos sobre bulimia e a procura por cirurgias plásticas.”

“Desátame1997”

Nesta série Paulo Mattos selecionou desenhos livres e croquis de moda criados entre 1993 e 1997 apelidados de Anjos da Noite, frutos de um trabalho paralelo quase secreto de um profissional da moda masculina que mesmo atuando nas marcas famosas do Brasil precisou inúmeras vezes camuflar sua criatividade para atender a demanda exigida pelo mercado comercial de moda. Segundo Paulo, existe um grande tabu e imposição de gênero na moda brasileira e todas as vezes que surgem temáticas LGBTQIA+ ou religiosas alguns limites não são transpostos. Um dos pontos altos a serem observados nesta série de desenhos é o furor existente em cada personagem que claramente luta por liberdade desatando emoções que finalmente serão apreciadas pelo público. As obras desta exposição exaltam a beleza, o poder e o prazer, mas também fazem uma crítica social, obrigam a refletir sobre o comportamento humano e os rumos da sociedade que valoriza a estética e abstrai sentimentos.

#Desátame1997 é uma preciosa série de obras artísticas que desatam amarras, e onde o artista fala de sua própria evolução humana na busca por ser livre, fluido e feliz. Paulo Mattos (Rio Claro/SP, 1969) é formado em artes visuais, artista e coordenador de moda, área na qual atua desde os 15 anos. Sua abordagem poética tem como protagonista o ser humano e suas fases de desenvolvimento. Pesquisa a história, a ciência, as crenças e mitologias populares. Também tem interesse por temas políticos cuja abordagem informa e protesta ao mesmo tempo.

Texto do curador Fernando Spaziani:

Desde tempos remotos os sonhos instigaram pensadores, cientistas e pesquisadores que formularam teorias sobre a sua origem, finalidade e razão. Não foi diferente para Carl Jung e Sigmund Freud. Jung chama de inconsciente pessoal os sentimentos e ideias reprimidas durante a vida de um indivíduo. Para Jung e Freud, partindo do sonho, seria possível desvendar facetas inconscientes dos conteúdos mentais dos sonhadores, tornando-as conhecidas para eles. Embora nem sempre haja o interesse em desvendar os conteúdos dos sonhos para a maior ampliação dos componentes do ego, num outro campo, os sonhos são matéria de interesse, e mesmo de inspiração para muitos artistas. Paulo Mattos cria uma obra que dialoga fortemente com o onírico. A partir de seu trabalho nos revela algo de íntimo e generosamente, assim como fazem os grandes artistas, coloca
sua percepção de mundo e seus sentimentos a favor da arte, transformando suas fragilidades, e também sua força, em expressões de potência emocional. Para a exposição na Casa Fluida, Paulo foi instigado a criar uma grande instalação que mesclasse sua série Desátame, concebida entre 1993 a 1997, com os seus trabalhos atuais
em colagem, desenho e pintura. Ao saltar das paredes em direção aos espectadores as obras se tornam parte do imaginário e porque não dos sonhos de cada um, num devaneio coletivo.

Em consonância com a vocação da Casa Fluida, que busca o diálogo com o diverso, com a expansão dos sentidos e a valorização do sonho, do desejo e da permissividade da experimentação, Paulo Mattos expõe seu universo pessoal que agora está aberto para o deleite de nossos visitantes.

Assessorados pela Drag Queen residente Mahina Starlight os visitantes podem vivenciar uma transformação na noite, utilizando roupas, acessórios, perucas e maquiagem para divertir-se com seus amigos. As transformações acontecem de quinta a sábado, com batismo e performance. Para vivenciar a transformação, os interessados devem fazer inscrição prévia pelo Instagram da Casa Fluida por R$110. O espaço conta, ainda, com acessórios, maquiagens básicas e sapatos de salto para quem quiser apenas se divertir, com pagamento simbólico. Como uma programação complementar a Casa apresenta artistas do universo drag em performances no estilo pocket show.

Para o mês de fevereiro temos confirmadas:
04/02 – Roovie Fox + Mahina Starlight
05/02 – Natasha Princess + Mahina Starlight
10/02 – Alexia Twister, Penelopy Jean + Mahina Starlight
11/02 – Divo Ariel + Mahina Starlight
12/02 – Lindy Xoxo + Mahina Starlight
18/02 – Mama Darling + Mahina Starlight
19/02 – Jaque Follet + Mahina Starlight
25/02 – Tessália + Mahina Starlight
26/02 – Lacana Botafogo + Mahina Starlight

No final de 2021, apenas três meses depois de inaugurada, a Casa Fluida foi indicada ao Prêmio Melhores de 2021 pelo Guia Gay São Paulo nas categorias “Melhor novidade do ano” e “Melhor Bar”. A votação popular consagrou a Casa na segunda colocação em ambas as categorias, deixando para trás espaços tradicionais da cena paulistana.

Serviço Exposição:
Exposição #Desátame1997
Curadoria: Fernando Spaziani
Onde: Casa Fluida – Rua Bela Cintra, 569 / Consolação / SP
Quando: De 22 de janeiro a 19 de março de 2022
Horário: Bar, comidinhas, exposição, loja e Experiência Drag: quinta-feira a
sábado, das 18h às 0h30 / Exposição, ateliê & loja: terça e quarta-feira, das 14h às
18h; e quinta a sábado, das 18h às 0h30.
Entrada gratuita
Estacionamentos disponíveis na região: R$ 10,00 o período.
Experiência Drag
Pela artista Mahina Starlight
1 transformação por noite, de quinta a sábado.
Custo: R$ 110,00
Acessórios, maquiagens básicas e perucas do espaço tem preço simbólico.
Inscrições prévias pelo Instagram da Casa Fluida, @casafluida

Sobre a Casa Fluida
No dia 9 de setembro de 2021 foi inaugurada a Casa Fluida, em um casarão dos
anos 1960, na Rua Bela Cintra, 569 – Consolação. O espaço é voltado às artes e
conta com um bar/restaurante na cidade de São Paulo. O espaço é propriedade de
Fernando Spaziani e Matheus Nahas e abriu as portas com a exposição de 29
artistas “Fluir é Resistir”.

Deixe uma resposta