Air France apresenta novas opções gourmet a bordo

Companhia anuncia novos menus para clientes no mundo todo em suas cabines La Première, Business e Premium Economy

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -
- Publicidade -

A partir deste mês, a Air France introduzirá novos menus de bordo, criados por ilustres nomes do mundo da culinária. Como embaixadora da gastronomia francesa, a empresa continua a apresentar a alta gastronomia francesa globalmente.

Partindo de Paris, os chefs franceses Glenn Viel e Arnaud Lallement, que possuem três estrelas Michelin, criarão novos pratos excepcionais nas cabines La Première e Business, ao lado dos renomados chefs confeiteiros Philippe Rigollot e Nina Métayer. Na cabine Premium Economy, o chef Frédéric Simonin, com uma estrela Michelin, continua a encantar os clientes da companhia aérea com suas novas e deliciosas receitas.

Air France apresenta novas opções gourmet a bordo - Reprodução
Air France apresenta novas opções gourmet a bordo – Reprodução

Para criar esses menus, os chefs trabalham em conjunto com a Servair, líder mundial em serviços de buffet a bordo, usando produtos frescos e locais que mudam com as estações do ano. Como parte do compromisso da Air France com um serviço de catering mais responsável, a carne, as aves, os laticínios e os ovos em cada cardápio são de origem francesa, e os peixes são provenientes de pesca sustentável nos voos saindo de Paris. Os cardápios vegetarianos também estão sistematicamente disponíveis nas diferentes cabines de todos os voos da empresa.

Glenn Viel e Philippe Rigollot na cabine La Première partindo de Paris 

Pela primeira vez, o chef francês Glenn Viel, três vezes premiado com uma estrela Michelin, está assinando todo o menu da classe La Première, a cabine de viagem mais exclusiva da companhia. Combinando engenhosamente suas raízes da Bretanha com a culinária provençal, esse amante dos produtos locais criou um total de doze pratos excepcionais para serem saboreados nos próximos meses, incluindo pão mediterrâneo com pimentões em conserva e alecrim, cream cheese, rúcula e limão em conserva, filé de dourado, batatas fondant, mexilhões e molho de limão, e galinha d’angola coberta com um crocante de abobrinha e compota de cebola caramelizada.

“Tenho orgulho de trabalhar com a Air France, que se estabeleceu como uma liderança da aviação francesa e destaca nosso país e a sua gastronomia em todo o mundo. Para os clientes da La Première, eu queria destacar a arte de viver francesa, os altos padrões, a elegância e o refinamento”, declarou Glenn Viel.

Quanto às sobremesas, o Meilleur Ouvrier de France e campeão mundial de confeitaria Philippe Rigollot assumirá o cardápio de sobremesas francesas, apresentando uma seleção de doces deliciosos e de textura leve. O gateau de morango, o gateau da floresta negra e uma tartelete de damasco com chantilly de alecrim estão entre as seis sobremesas que aparecerão gradualmente no cardápio.

“Para a Air France, trabalhei com doces leves feitos de creme e açúcar. Eu queria apresentar sabores e texturas diferentes aos passageiros de nossa maravilhosa companhia aérea. É um prazer atendê-los”, disse Philippe Rigollot.

Arnaud Lallement e Nina Métayer na cabine Business partindo de Paris

Na cabine Business para voos de longa distância, o chef francês Arnaud Lallement, três estrelas Michelin, está criando novas delícias culinárias para os clientes da Air France. O chef propõe uma culinária contemporânea repleta de emoção, com uma seleção de nove novas criações gourmet. Pratos como polenta com legumes refogados, berinjela cremosa e coulis de pimentão vermelho, ravióli de caranguejo e camarão, molho de curry da Bretanha e espinafre refogado encantarão os passageiros.

“Para a Air France, eu queria lembrar as estações do ano, deixar meu inconsciente falar, como se estivesse em hipnose. Compartilhar com os viajantes um prazer gourmet marcado pela emoção e pela satisfação”, explicou Arnaud Lallement.

Na cabine Business, desde 2023, a Air France também confia seu menu de sobremesas a um chef confeiteiro exclusivo. Coroada World Pastry Chef 2023, a chef Nina Métayer assinará três novos doces para os clientes da empresa. A fatia de caramelo, avelã e chocolate amargo aveludado da chef, a fatia de manga com coco e limão e a delícia de chocolate gourmet “Individuel” são as iguarias irresistíveis que os clientes poderão saborear durante a viagem.

“Criei essas sobremesas como verdadeiras companheiras de viagem. Meus doces, ainda que leves, foram projetados para oferecer aos viajantes um banquete para os sentidos enquanto evocam o charme de destinos distantes”, disse Nina Métayer.

Frédéric Simonin na cabine Premium Economy partindo de Paris 

Na cabine Premium Economy, o chef Frédéric Simonin, premiado com uma estrela Michelin, continua a encantar os clientes da Air France como parte de uma parceria contínua iniciada com a empresa em novembro de 2023. Perfeccionista de coração, ele criou uma nova série de pratos preparados com o maior respeito pelos produtos escolhidos. Os novos e deliciosos cardápios do chef, incluindo mini vieiras, molho cítrico com pérolas de tapioca e massa de aspargos, ou ervilhas com salgados, espinafre e cebolas peroladas glaceadas, já estão disponíveis a bordo.

“Para os clientes da Air France, eu escolhi cuidadosamente cada produto de nossas regiões francesas que posso transformar com delicadeza e precisão, para uma experiência culinária especial”, diz Frédéric Simonin.

Pratos exclusivos em destinos no todo o mundo

A Air France continua a desenvolver suas parcerias excepcionais partindo das estações internacionais.

Nos voos que decolam dos Estados Unidos*, a companhia está oferecendo menus assinados pelo chef francês Dominique Crenn, três estrelas Michelin, nas cabines La Première e Business. Desde fevereiro de 2024, os pratos do chef estão disponíveis nos embarques de Chicago, Los Angeles, Miami, Nova York-Newark, São Francisco e Seattle. A partir de abril de 2024, eles também estarão disponíveis nas partidas de Detroit, Washington e Nova York-JFK.

No embarque de todos os destinos canadenses da empresa (Montreal, Toronto, Quebec e Vancouver), o chef francês Olivier Perret tem assinado pratos com produtos locais e sazonais para o menu da cabine Business.

A Air France também está oferecendo pratos assinados pelo chef Jean-Charles Brédas, da Martinica, na cabine Business, nos voos que partem das Antilhas Francesas (Pointe-à-Pitre, Fort-de-France, Saint-Martin) e da Guiana Francesa (Caiena) para Paris, bem como nos voos da rede regional do Caribe que ligam Caiena a Fort-de-France, Pointe-à-Pitre a Miami e Pointe-à-Pitre a Montreal.

Na partida da Ilha da Reunião, a Air France confia o menu de sua cabine Business ao chef Jofrane Dailly, que destaca a herança culinária da ilha combinada com suas origens indianas.

Na partida de Singapura, o chef Julien Royer, com três estrelas Michelin, assina uma seleção de pratos originais no menu que é regularmente renovado para os clientes La Première e Business da Air France que viajam para Paris.

* implantação gradual na partida de todos os destinos da Air France nos Estados Unidos, excluindo estações sazonais.

Sobre Glenn Viel

Originalmente da Bretanha, Glenn Viel é apaixonado por produtos locais e gosta de misturar suas raízes bretãs com as tradições culinárias provençais. Desde 2015, Glenn Viel veste as estrelas do restaurante gastronômico “l’Oustau de Baumanière” e trabalha com sua equipe para inspirar sonhos e despertar emoções em cada cliente que chega à sua mesa. Em janeiro de 2020, ele e sua equipe conquistaram a 3ª estrela Michelin no Oustau de Baumanière. Ao mesmo tempo, obteve a estrela verde, concedida a restaurantes na seleção do Guia, recompensando o compromisso do Chef com a culinária sustentável, e em setembro do mesmo ano, foi nomeado “Chef do Ano” por seus pares, ganhando o troféu “Le Chef” na 34ª edição. Ao longo dos anos, o chef Glenn Viel trabalhou em vários projetos. Ele desenvolveu um sistema de tempero exclusivo, concentrando ingredientes (aipo, cogumelos, lagostins etc.) em suas “pedras de tempero”. As plantas também são importantes aos olhos do chef, que assumiu o Menu de Legumes de Jean André Charial (proprietário do Oustau de Baumanière) para deliciar o paladar dos melhores gourmets. Hoje, isso pode ser acompanhado por um “Acordo de Plantas”, cujo objetivo é oferecer uma alternativa às bebidas alcoólicas com um trabalho meticuloso com especiarias, plantas e frutas. Dessa forma, o chef ganhou o prêmio de melhor cardápio vegetariano da França e o 5º internacionalmente. Desde 2022, ele também é membro do júri do programa Top Chef.

Sobre Philippe Rigollot

Philippe Rigollot é apaixonado por confeitaria desde a infância. Depois de obter seu diploma vocacional como confeiteiro-chocolateiro e uma qualificação de mestre em panificação, fabricação de chocolate e catering, ele entrou para o Lenôtre aos 20 anos de idade, onde trabalhou por sete anos no departamento de sobremesas. Em seguida, foi trabalhar ao lado do chef Frédéric Anton, com duas estrelas Michelin, como chefe de confeitaria no Pré Catalan, antes de assumir o comando das sobremesas na Maison Pic, em Valence, por dez anos. Durante esse período, Gérard Gautheron tornou-se seu mentor e lhe ensinou tudo o que precisava saber para alcançar a excelência culinária. Durante o tempo em que trabalhou ao lado do chef Meilleur Ouvrier de France, ele desenvolveu seu gosto por desafios e competições. Ele gosta de desafiar seus próprios limites, testar novas técnicas, fazer experimentos e está sempre em busca de inovações em seu ofício. Em 2005, ganhou o título de campeão mundial de confeitaria com Christophe Michalak e Frédéric Deville como parceiros, antes de se tornar um dos Meilleurs Ouvriers de France em 2007. Em 2010, com sua esposa Elodie, também confeiteira, ele se mudou para Annecy para abrir uma primeira boutique-teatro, seguida por uma segunda em 2017. Desde então, com sua equipe de chefs, incluindo Fabien Carré, chefe de cozinha que trabalhou com ele em Valence, tem criado sobremesas gourmet e refinadas que são renovadas a cada ano para seus dois menus – outono-inverno e primavera-verão. 

Sobre Arnaud Lallement

Cozinhar era um sonho de infância para Arnaud Lallement, nascido no restaurante familiar l’Assiette Champenoise. Após um aprendizado com os maiores chefs, Arnaud Lallement foi coroado com o título de chef do ano e 3 estrelas no Guia Michelin antes dos 40 anos de idade. Hoje, Arnaud Lallement continua ligado à sua região natal de Champagne, à sua família e ao seu amor pela culinária. Esse é um tributo constante à memória de seu pai, que faleceu em 2002. Se seu pai não está mais aqui para vê-lo prosperar, ele escolheu trabalhar com sua família, cercado pelas três mulheres de sua vida – sua esposa Magali, sua irmã Mélanie e sua mãe Colette, que garantem que a atmosfera calorosa e o espírito de excelência da Assiette Champenoise sejam preservados. A crença do chef apoia-se em uma culinária refinada, sem frescuras ou complicações. Arnaud Lallement cozinha da mesma forma que vive sua vida, concentrando-se no essencial. Sua cozinha é “comida de verdade”, o que é muito importante para a Air France.

Sobre Nina Métayer

Reconhecida por dois anos consecutivos como “Pastry Chef of the Year” e coroada “World Pastry Chef 2023” por seus pares, Nina Métayer seguiu um treinamento duplo em panificação e confeitaria. Herdando de sua família o gosto pelas coisas boas, após um ano de intercâmbio escolar no México, ela decidiu se inscrever em um curso de panificação e confeitaria, já com a intenção de compartilhar esse know-how francês internacionalmente. Depois de concluir seu aprendizado em La Rochelle, ela foi para a Austrália, praticando seu ofício em Melbourne antes de ganhar experiência como chef de confeitaria em um restaurante. De volta à França, a jovem continuou seu treinamento em Paris, na Ecole Ferrandi, antes de iniciar sua carreira nos palácios parisienses. Ela criou sua primeira sobremesa exclusiva, The Exotic Floating Island, enquanto trabalhava como chefe de confeitaria no hotel *****Le Raphaël. Em seguida, juntou-se a Jean-François Piège, que lhe confiou a criação do cardápio de sobremesas de seu novo estabelecimento parisiense, o Le Grand Restaurant, que recebeu 2 estrelas Michelin seis meses após sua abertura. Hotéis de luxo, restaurantes com estrelas Michelin, confeitarias e padarias despertaram sua curiosidade insaciável pelo sabor como meio de expressão de emoções. A chef começou a dar masterclasses em todo o mundo e se juntou aos júris de competições de prestígio, como o Bocuse d’Or e o World Chocolate Masters. Em 2020, Nina também apostou no futuro ao inaugurar sua primeira confeitaria, inicialmente uma loja digital, a delicatisserie.com. Esse conceito ágil e flexível é consistente com sua convicção de que a excelência, a ecologia e o compromisso social são valores tão necessários para um futuro sustentável quanto economicamente viáveis.

Sobre Frédéric Simonin

Frédéric Simonin é um chef incontestável que sempre demonstrou um talento excepcional. Primeiro Young Chef do ano de 2004, depois Chef do ano de 2011, ele recebeu o título de Meilleur Ouvrier de France em 2019 e o “troféu de excelência culinária” Gault et Millau em 2022. Com apenas 18 anos de idade, ele foi nomeado o melhor aprendiz da Bretanha, então fez as malas e foi para Paris para treinar com alguns dos melhores. Começou com o chef Ghislaine Arabian no Pavillon Ledoyen. Em seguida, iniciou sua ascensão trabalhando em estabelecimentos renomados, como Le Meurice, Taillevent e, depois, Le George V com Philippe Legendre, onde subiu na hierarquia. Aos 27 anos, ele recebeu sua primeira estrela Michelin no restaurante Le Seize au Seize. Apaixonado por aventuras e descobertas, o chef continuou sua carreira com Joël Robuchon, que lhe ofereceu o cargo de chef principal no “La Table de Joël”. Posteriormente, Frédéric Simonin recebeu 2 estrelas Michelin e abriu dois outros restaurantes para o Chef Robuchon, em Londres, cada um dos quais lhe rendeu uma estrela Michelin. Em 2010, ele retornou a Paris e abriu seu próprio restaurante, pelo qual recebeu uma estrela Michelin.

Sobre a Air France

Desde 1933, a Air France promove e destaca a França ao redor mundo. Com uma atividade dividida entre transporte de passageiros, carga e manutenção aeronáutica, a Air France é um grande player do transporte aéreo. Mais de 38 mil funcionários que compõem a sua força de trabalho estão comprometidos diariamente para oferecer a cada cliente uma experiência única de viagem.

Air France, KLM Royal Dutch Airlines e Transavia formam o Grupo Air France-KLM. O Grupo conta com seus poderosos hubs Paris-Charles de Gaulle e Amsterdã-Schiphol para oferecer uma vasta rede internacional de voos. Seu programa de passageiro frequente Flying Blue tem mais de 17 milhões de membros. A Air France e a KLM são membros da aliança SkyTeam, que tem um total de 18 companhias aéreas membros.

A Air France estabeleceu metas ambiciosas de desenvolvimento sustentável, e está trabalhando para reduzir e apoiar projetos que absorvem a armazenam carbono da atmosfera em sumidouros naturais de carbono. Como parte do programa Air France ACT, a companhia está comprometida em reduzir suas emissões de CO2 por passageiro-km em até 30% vs. 2019, representando -12% em emissões absolutas de CO2. Essa ambição é apoiada por amplos investimentos para renovar sua frota com aeronaves de nova geração mais eficientes em combustível, o desenvolvimento de mais Combustível Sustantável de Aviação, ou a generalização da eco-pilotagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- Publicidade -

Latest News

A importância do marketing inclusivo na indústria de viagens

O marketing inclusivo tornou-se uma peça fundamental na estratégia das empresas que buscam se destacar no mercado atual

More Articles Like This

- Publicidade -