Livro pretende elucidar questões sobre o universo LGBTQIA+ e estimular conversas sem julgamento

A vida e os eventos que envolvem a população LGBTQIA+ parecem refletir o passado, se comparados a algumas parcelas da humanidade, ainda mais no quesito igualdade e equidade. Recém-lançado pela Matrioska Editora, o livro “Vidas LGBTQIA+, reflexões para não sermos idiotas” utiliza da alegoria de uma viagem ao espaço para introduzir e explicar conceitos fundamentais relacionados à população LGBTQIA+, com o objetivo de formar aliados conscientes a partir de uma linguagem acessível, sem precisar recorrer a simplificações incorretas.

foto
Reprodução

“Embora existam muitas cartilhas que tentam ajudar na compreensão das questões em torno do tema, mesmo os conteúdos distribuídos por entidades oficiais ou reconhecidas contém erros. O livro apresenta o problema e busca responder às principais dúvidas sobre a temática de forma didática e inclusiva, de forma a contribuir para conversas sem dificuldades ou julgamentos”, explica Mariana Serrano, que escreveu o livro, dá aula de Direito do Trabalho e coordena o Núcleo de Diversidade e Inclusão no Trabalho da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB/SP (desde 2019).

Ao final da viagem, o livro desenvolve o Guia do Aliado à Galáxia, no qual expõe 32 frases LGBTfóbicas comuns e explica com detalhes suas problemáticas. “Assim, pretendemos que a repetição desses preconceitos seja evitada pelo aliado. As frases são divididas entre as diversas orientações sexuais e identidades de gênero”, revela Amanda Claro, advogada e co-fundadora da Rede Feminista de Juristas, e que também assina o livro.

Serviço:

Preço R$ 49,90

Onde comprar: www.loja.matrioskaeditora.com.br

Ilustrações e capa: Rafaela Fiorini e Lídia Ganhito.

Sobre as pessoas que escreveram o livro:

Mariana Serrano. Bissexual e Não Binária. Cursa doutorado em Filosofia do Direito na PUC/SP. É mestre em Direito do Trabalho pela PUC/SP. Coordena o Núcleo de Diversidade e Inclusão no Trabalho da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB/SP (desde 2019). Co-fundou a Rede Feminista de Juristas – deFEMde (que integrou de 2016 a 2020). Co-fundou a Iniciativa Trabalho & Assédio. É direção da Frente Ampla Democrática pelos Direitos Humanos – FADDH. Fundou o escritório Claro & Serrano Advocacia. É especialista na Advocacia para Famílias, Mulheres e População LGBTQIA+, além de Direito Individual e Coletivo do Trabalho. É professora de Direito do Trabalho e palestrante em temáticas relacionadas a gênero e diversidade. Já realizou mais de 500 atendimentos voluntários a vítimas de violências decorrentes de gênero, raça e LGBTfobia.

Amanda Claro. Mulher cisgênero e bissexual. É advogada e gestora de empresas, mestre em International Business and Management pela University of Westminster, em Londres, no Reino Unido. Graduou-se em Direito pela Universidade de São Paulo. Co-fundou a Rede Feminista de Juristas (que integrou de 2016 a 2017) e co-fundou Iniciativa Trabalho & Assédio. Fundou o escritório Claro & Serrano Advocacia. É consultora em gestão de recursos humanos, processos de reestruturação com foco em pessoas e em programas corporativos para diversidade de gênero, sexual e cultural. É também especialista em Direito das Mulheres e da População LGBTQIA+.

Outros títulos da coleção “Leituras Críticas Importam”:

DECOLONIALISMO INDÍGENA, Alvaro de Azevedo Gonzaga

FEMINISMO(S), Silvia Pimentel e Alice Bianchini

IMIGRANTES E REFUGIADOS, Carolina Piccolotto Galib

INCLUSÃO NÃO É FAVOR NEM BONDADE, Juliana Izar Soares da Fonseca Segalla

PRIVILÉGIOS BRANCOS NO MERCADO DE TRABALHO: Diversidade, raça e racismo entre profissionais no Brasil contemporâneo, Matheus Carvalho

TINHA UMA PEDRA NO MEIO DO CAMINHO, Padre Júlio Lancellotti

TORRENTE ANCESTRAL, VIDAS NEGRAS IMPORTAM?, Juliana Souza

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *