Pesquisas e oficinas gratuitas ensinam sobre Teatro de Animação

Quem busca conhecer melhor o Teatro de Animação tem agora materiais importantes para ampliar seus conhecimentos e iniciar uma atuação mais consistente na área. Já estão disponíveis, gratuitamente, as oficinas ministradas dentro do projeto Ânima, uma pesquisa sobre o Teatro de Objetos, liderado pela atriz, oficineira, assistente de produção e pesquisadora Jéssica Ullmann. As oficinas Manipulare e Iluminare abordam a manipulação de objetos e as técnicas de iluminação, e podem ser acessadas no blog da pesquisadora, pelo endereço jessicaulmann.wixsite.com/anima . O material inclui tradução em Libras, executada por Rita de Libras, a primeira Drag Queen do Rio Grande do Sul intérprete da Língua Brasileira de Sinais.

foto
Reprodução

As oficinas foram ministradas nos dias 8 e 10 de junho para um público de artistas e estudantes de todo o Brasil, sob responsabilidade de especialistas convidadas por Jéssica. As atividades ocorreram em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM-RS), representada pela professora Rossana Della Costa, integrante do Departamento de Artes Cênicas e coordenadora do projeto de extensão Formas Animadas e Educação: o corpo como espaço na formação docente.

As gravações estão agora disponíveis para todos os interessados. “O projeto Ânima tem esse objetivo, de não apenas pesquisar o tema, mas capacitar novos profissionais para a atuação do Teatro de Objetos, e uma das formas de se alcançar esse objetivo é justamente compartilhar o conhecimento gerado”, destaca Jéssica. Outro aspecto é a abrangência, passando pela inclusão. Radicada em Novo Hamburgo (RS), Jéssica desenvolveu etapas do projeto no Vale do Sinos e na região central do estado, com as oficinas em Santa Maria. A tradução em Libras e a escolha da tradutora passaram pelo foco na maior diversidade possível. “O Teatro de Animação é abrangente, envolve muitas formas, e tentei colocar essa característica no projeto. Os diversos territórios, a inclusão através da Libras e, ainda, a representação do público LGBTQIA+, tudo se somou para termos a diversidade contemplada através da arte.”

CONHECIMENTO COMPARTILHADO – A oficina Manipulare, ministrada pela artista visual, atriz, palhaça, oficineira, performer e gestora cultural Alice Ribeiro, apresenta os princípios do Teatro de Animação. Alice destaca que o formato atribui o valor de objeto vivo ao inanimado, e exige do ator sua força vital para tornar reais os objetos, criando ambientes fictícios de vida. A atividade também ressalta a importância dos treinamentos do ator, iniciando por perceber seu corpo, neutralizar sua energia e emprestá-la aos objetos, simulando vida e autonomia a eles. Na oficina, Alice Ribeiro detalha, ainda, as diversas técnicas do Teatro de Objetos, passando por manipulação direta, bonecos de mesa e teatro de sombras, entre outras.

Já a iluminadora, assistente de produção, operadora de som e bailarina de dança do ventre Luana Garcia ministrou a oficina Iluminare. O conteúdo abordou as noções básicas de iluminação cênica, envolvendo conceitos técnicos, históricos e artísticos das diferentes formas de iluminar. Destacando os caminhos da evolução tecnológica, bem como suas aplicações em projetos artísticos, a atividade entrou em detalhes como os equipamentos existentes, tipos de lâmpadas e efeitos de cor, a percepção da luz como parte do objeto cênico, a operação e a elaboração de um projeto de luz. O espetáculo Khalen foi estudado como exemplo, por conta de seus objetos cênicos construídos como parte integrante do cenário e da iluminação.

O PROJETO ÂNIMA – Selecionado no Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado em parceria pela Fundação Marcopolo e Secretaria da Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC), com recursos da Lei Aldir Blanc (nº 14.017/20), o projeto Ânima envolve teoria e prática sobre o Teatro de Animação, com foco no Teatro de Objetos, buscando o aprimoramento dos processos artísticos. Todo o conhecimento gerado na pesquisa – o que inclui, além das oficinas, artigos sobre as descobertas da pesquisadora – estão sendo publicados no blog.

 

One thought on “Pesquisas e oficinas gratuitas ensinam sobre Teatro de Animação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *