Kimberly-Clark é a mais nova signatária do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+

Buscando ampliar os esforços em sua jornada de diversidade e inclusão no Brasil, a Kimberly-Clark, multinacional norte-americana de produtos de higiene pessoal, anuncia que se tornou signatária do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+.

foto
Reprodução

O Fórum é um órgão que promove encontros entre a comunidade empresarial, LGBTQI+, governos, órgãos da ONU, entre outros, a fim de manter diálogo e cooperação para que as empresas signatárias consigam cumprir compromissos de promoção e respeito dos direitos LGBTI+ nas corporações e na sociedade. A organização também promove eventos periódicos para compartilhar as melhores práticas das companhias signatárias, fomentando o respeito à diversidade sexual e identidade de gênero e abrindo espaços para diálogos.

A Diretora de Recursos Humanos da Kimberly-Clark, Alessandra Morrison, comemora a assinatura do compromisso como uma etapa importante na jornada de diversidade e inclusão da companhia. “Nos aproximarmos de instituições renomadas é fundamental para ampliarmos as conversas, incorporarmos boas práticas e avançarmos cada vez mais, de maneira consistente e engajada, na pauta da diversidade”, comenta Morrison.

A iniciativa propõe que as corporações signatárias assumam 10 compromissos em prol dos direitos da comunidade LGBTI+ que expressam o entendimento sobre o papel das empresas e uma agenda de trabalho. Os objetivos são assumidos pela presidência e pelos executivos da companhia e, além de promoverem a igualdade, também direcionam as empresas de forma que combatam a discriminação, aperfeiçoem a gestão e ampliem o diálogo para os públicos internos e externos.

O Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ é um movimento empresarial que busca, por meio da articulação e gestão empresarial colocar em prática a máxima da Declaração Universal dos Direitos Humanos: Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. Ter ao nosso lado grandes empresas como Kimberly-Clark, fortalece o ambiente de negócios no combate para a eliminação da LGBTI+fobia, adiciona valor para a marca, às pessoas e sociedade. É muito bom poder contar com a presença dos colaboradores da K-C em nossos comitês e grupos de trabalho”. Comenta Raphael Pagotto, secretário adjunto do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+.

Além disso, tanto no Brasil quanto em outros países da América Latina a companhia vem promovendo diversas atividades educativas envolvendo colaboradores de todas as áreas. Entre as iniciativas estão treinamentos, rodas de conversas e eventos temáticos, como o “Mês LGBTI+” e a “Semana de Inclusão Global”, ambos com agendas de palestras com consultorias e convidados especializados sobre a comunidade LGBTI+ e o mercado de trabalho. A companhia também acaba de lançar uma ampla Cartilha da Diversidade, que visa fomentar informações para todo o público interno.

Diversidade e Inclusão: Nossa jornada

Desenvolver um ambiente onde todos sejam incluídos e inspirados a realizar seu melhor trabalho e onde as diferenças sejam valorizadas é essencial para o nosso sucesso. Em 2019 a Kimberly-Clark deu um novo passo para aprofundar o tema da diversidade em pauta dentro da companhia, e desde então vem evoluindo e já é referência em equilibrar o número de mulheres em cargos de liderança, aumento nas contratações de PCDs, promoção de ações para a troca entre gerações e tem liderado comitês para o planejamento e execução de iniciativas para etnias e comunidade LGBTQIA+.

Visando dar voz ao protagonismo de seus colaboradores, um dos caminhos identificados pela companhia foi a criação de comitês exclusivos para discutir cinco pilares: Gênero, Gerações, PCD, Etnias e LGBTQIA+. Os grupos são formados voluntariamente por colaboradores diversos da empresa e tem uma média de 12h de dedicação por mês para desenvolver e implementar ações dedicadas a este tema.

Nos últimos 10 anos, a companhia aumentou o número de mulheres em cargos de alta gerência por meio de um esforço conjunto para recrutar, reter e promover nossos talentos. Hoje, as mulheres representam 41% das funções de gestão da empresa no Brasil. A companhia também anunciou a nova meta global de atingir 50% de mulheres em posição de liderança nos próximos 10 anos.

Para fortalecer e desenvolver cada um dos pilares de diversidade e inclusão, a Kimberly-Clark vem buscando parceiros que podem contribuir para evolução e ampliação dos temas internamente. Desde 2012 somos parceiros da ONU Mulheres e em 2016 nos juntamos a plataforma Movimento Mulher 360 e mais recentemente anunciou a adesão pela Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial. Em breve a companhia irá anunciar novas parcerias para reforçar os pilares de gênero e de geração.

 

Deixe uma resposta