Vitão raspou a cabeça e jogou cabelo no mar; confira fotos!

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -
- Publicidade -

Vitão raspou a cabeça e abriu mão de uma de suas marcas registradas para dar início a nova fase de sua carreira com o lançamento de seu mais novo projeto, o álbum “Toda Manhã”. O cantor fez um ensaio para a Revista GQ mostrando o resultado final do corte e revelou em entrevista que foi o próprio quem passou a máquina na cabeça. A mudança radical aconteceu no decorrer de uma madrugada no centro da capital paulista, onde o artista estava acompanhado do seu fotógrafo de confiança e um segurança.

“Saí pelas ruas de São Paulo e fui grafitando artes visuais do meu disco e ao longo dessa noite, fui raspando o cabelo aos poucos”, explica. O ritual de passagem foi finalizado no litoral paulista. “Para amanhecer o dia fui para Santos raspar a última metade no cabelo e jogar no mar. Foi uma manhã de libertação”.

O destino traçado por Vitão naquela madrugada foi escolhido a dedo para cumprir um objetivo: “Tenho família [em Santos] e passei muitas férias. Escolhi uma praia onde eu fiz muitos pedidos de ano novo quando era moleque. O pedido não foi necessariamente para Iemanjá, foi como uma oferenda e sacrifício para a mãe natureza, por tudo que meu cabelo fez por mim e também a vontade de deixar muita coisa para trás”, detalha.

Ele garante que está amando a nova fase careca: “Cara, não estou sentindo falta de nada. Estou me sentindo maravilhoso, um gostoso”, brinca ele, que sente como se tivesse renascido após abrir mão das madeixas. “Estou nascendo de novo. Sinto que, em certas fases da minha vida, eu estive morto por dentro. Agora, estou nesse momento de renascimento com o meu novo álbum”, diz ele sobre o disco “Toda Manhã”, que será lançado nesta sexta-feira, dia 14.

O cantor disse, ainda, ter surpreendido a todos, inclusive sua família e amigos mais chegados com sua decisão. “Liguei para a minha mãe e ela chorou por 24 horas seguidas, fez um drama”, revela.

Vitão explicou que sempre teve receio em mudar, mas tomou coragem após o entendimento de que sua marca registrada não era o cabelo, mas sim seu trabalho na música. “Nos últimos tempos eu estava me sentindo na mesmice e existia esse peso: ‘Não pode [raspar] porque é a sua marca e o que faz as pessoas te reconhecerem’ . Depois eu entendi que não. A minha marca é a minha música.”

Sobre o novo projeto musical, o cantor explica que seu intuito é mostrar ao público suas diferentes versões. “O conceito central do álbum é me mostrar para o público habitando várias facetas e personagens que existem dentro de mim, trazendo esse senso de pluralidade”, adianta.

Rock, baião, MPB e até pagode baiano são alguns dos gêneros musicais por onde Vitão transita no disco, que será lançado em três etapas. O álbum conta com 19 faixas, entre elas uma colaboração com a cantora Ivete Sangalo na música “Coisa de Mulher”. A segunda e a terceira parte do disco estão previstas para serem lançadas nos meses de maio e junho, respectivamente.

Entrevista Completa: https://gq.globo.com/estilo/lab/noticia/2023/04/vitao-cabelo-raspado.ghtml

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- Publicidade -

Latest News

A importância do marketing inclusivo na indústria de viagens

O marketing inclusivo tornou-se uma peça fundamental na estratégia das empresas que buscam se destacar no mercado atual

More Articles Like This

- Publicidade -