Arranha-céus do centro de São Paulo trocam olhares com o público na Virada Cultural

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -
- Publicidade -

O artista visual Charly Andral apresenta a intervenção urbana Olhos nos Olhos, que será avistada em edifícios na região do Vale do Anhangabaú, de 22 a 29 de maio. A instalação é composta por pares de olhos iluminados localizados em janelas de edifícios, visíveis a partir das ruas e de outros prédios, principalmente à noite. Esta intervenção faz parte da programação oficial da Virada Cultural, nos dias 27 e 28 de maio, em São Paulo.

Em cada prédio, olhos distintos criados com o uso da inteligência artificial e inspirados em animais silvestres, em particular papagaios, répteis, peixes e anfíbios que habitavam o Rio Anhangabaú, hoje enterrado sob camadas de concreto. “Me interessaram os animais que não são considerados ‘nobres’, que sofrem um certo desprezo. Usei a inteligência artificial para distorcer os olhos dos animais, criando hibridações entre o mundo orgânico e o mundo digital; misturando, por exemplo, a íris natural com lentes de câmeras. Na verdade, esses prédios-bichos já vêm do futuro”, explica Charly Andral.

Com essa instalação, o artista prolonga uma pesquisa que debate as fronteiras entre floresta e cidade. Ele faz um paralelo entre estes animais desprezados e o estado de abandono no qual se encontram vários edifícios do centro da cidade. “Como os animais, os prédios não têm voz, então imaginei uma fusão entre eles e a comunicação através do olhar. A troca de olhar é a primeira etapa para se ter consideração por alguém ou dar valor a alguma coisa”, pontua o artista francês interessado em destacar a vida do centro da capital. “Se os olhos são o espelho da alma, então fica agora comprovado que os edifícios têm uma alma”, brinca.

Na noite da Virada Cultural, o público será convidado a subir gratuitamente ao Andar43, espaço cultural sob curadoria do artista, no penúltimo andar do edifício Mirante do Vale, mais alto prédio do centro de São Paulo, para contemplar a cidade “através do olhar de um arranha-céu”. Charly também reservou surpresas, desenvolvendo dispositivos que vão permitir ao público interagir à distância com os diversos olhos.

Por fim, o artista vai detalhar ao público participante o processo de criação, para que qualquer um consiga criar seus próprios olhos e instalá-los em casa por um custo acessível. “Seria maravilhoso se a instalação passasse a se estender de maneira orgânica para outros bairros. São Paulo é a cidade que não dorme, então seria até lógico que os prédios passassem as noites de insônia conversando olhos nos olhos”, completa.

O Projeto, o Artista 

“Olhos nos Olhos” é um projeto de pesquisa idealizado por Charly Andral, prototipado e testado no espaço do artista, o Andar43 no edifício Mirante do Vale. Os “Olhos” prototipados para o Andar43 foram desenvolvidos pelo artista visual Rodrigo Branco, inspirados no lambari, um peixe comum do Rio Anhangabaú. Outros olhos foram gerados por Charly Andral através de ferramentas de inteligência artificial e serão instalados a partir do dia 22 de maio.

Charly Andral é artista e produtor cultural interessado em arte relacional, narrativas e diálogos sobre o centro da capital paulista, sua história e urbanidade. Participou do Inventário da Memória Paulistana e da Jornada do Patrimônio 2020 pela Secretaria Municipal de Cultura, e é curador do espaço Andar43.

Os projetos artísticos “A selva que nos escapa” (atualmente em exibição, reproduz a riqueza da Mata Atlântica dentro de uma sala comercial do Edifício Mirante do Vale) e “Três paus, três redes, o fogo” (de 2021, do arquiteto e antropólogo Thiago Bennucci, é um protótipo de aldeia Yanomami) são algumas das intervenções artísticas realizadas no Andar43 e que tiveram destaque na grande mídia.

Serviço

  • Olhos Nos Olhos, intervenção urbana artística de Charly Andral
  • Em diversos edifícios ao redor do Vale do Anhangabaú em São Paulo
  • Exibição de 22 a 29 de maio
  • Visitação gratuita e acesso ao painel interativo no Andar 43, no Edifício Mirante do Vale, na noite da Virada Cultural, entre 17h de sábado (27/05) e 4h de domingo (28/05). Espaço sujeito a lotação. Conferir ocupação antes da visitação através do Instragram @andar43.sp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- Publicidade -

Latest News

Inscrições abertas para a feira ‘LGBT+ Turismo Expo 2024’ em São Paulo

Agentes de viagens têm até 25 de julho para se inscreverem na exposição de turismo LGBT+, que acontecerá no Hotel Unique

More Articles Like This

- Publicidade -