Israel retira obrigatoriedade de teste PCR a partir de 20 de maio

Em um cenário de aumento do turismo e diminuição de infecções por COVID-19, o governo de Israel confirmou que, a partir da meia-noite entre 20 e 21 de maio, os testes de PCR não serão mais necessários na chegada a Israel ou isolamento por 24 horas. A partir de 21 de maio, turistas e cidadãos israelenses que entrarem em Israel não terão que realizar o teste.

Embora o uso da máscara tenha sido suspenso em Israel, deve-se notar que permanece necessário o uso de máscaras em voos internacionais. Além disso, a exigência de preencher uma declaração de entrada on-line antes de chegar  por via aérea ou marítima permanecerá em vigor.

  • Não será necessário apresentar um resultado negativo no teste de COVID antes de embarcar em um voo para Israel ou um cruzeiro para ou antes de chegar a uma passagem de fronteira terrestre israelense.
  • Não será necessário apresentar resultado negativo no teste COVID antes de embarcar em um cruzeiro com partida de Israel.  Esta orientação é estabelecida de acordo com os requisitos do Ministério da Saúde de Israel. Os turistas são aconselhados a verificar os requisitos da empresa que opera o cruzeiro.
  • A obrigatoriedade de teste PCR para aqueles que entram  nos aeroportos e fronteiras marítimas e terrestres será suspensa.
  • Não será necessário isolamento por 24 horas depois de entrar em Israel.
  • A obrigatoriedade de máscara para aqueles que entram em Israel (que foram obrigados a se isolar até o recebimento do resultado de um teste de PCR) em aeroportos e passagens de fronteira marítimas e terrestres será suspensa.

As regras e orientações podem ser encontradas aqui: https://corona.health.gov.il/en/abroad/arriving-foreign-nationals/

Tudo isso, tendo como pano de fundo um aumento lento e consistente do turismo receptivo a Israel pós-pandemia. Em abril de 2022, foram registradas a entrada de 207.400 turistas (em comparação com 30.200 em abril de 2021 e 405.000 em abril de 2019). Isso aponta para uma continuação da tendência de recuperação do turismo receptivo, com um aumento significativo em relação a abril de 2021 e uma queda de cerca de 49% (apenas) em relação a abril de 2019. O ritmo de entradas de turistas até o momento representa a base para uma avaliação de previsão de 1,5 a 2 milhões de entradas de turistas em 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *