Prefeitura de São Paulo apoia a 25ª edição da Parada do Orgulho LGBT da capital

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) e sua Coordenação de Políticas LGBTI, é apoiadora institucional da 25ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que contará com a participação da Secretária de Direitos Humanos e Cidadania Claudia Carletto. O evento acontece neste domingo, dia 6 de junho, a partir das 14h, em formato virtual pelo segundo ano consecutivo devido às questões de segurança da pandemia, e traz o tema “HIV/Aids: AME + CUIDE + VIVA +”.

Em 2021, em meio à crise sanitária da covid-19, se completam 40 anos de convivência com a epidemia de HIV/Aids. Inicialmente, a doença foi associada à homossexualidade masculina, gerando assim desinformação, uma vez que qualquer pessoa pode ser infectada, e ainda mais preconceito contra a população LGBTI. Ao trazer este tema, a ParadaSP Ao Vivo, como são conhecidos os eventos que acontecem de forma virtual, busca trazer mais informações e convocar toda a comunidade LGBTI e aliados a se unir em solidariedade às pessoas que vivem com HIV/Aids.

A Prefeitura de São Paulo também é apoiadora institucional de outras ações virtuais promovidas pela ParadaSP ao longo do mês de junho, quando se celebra o orgulho LGBTI. No dia 27 de junho, das 19h00 às 21h00, acontece o Palco Diversidade – 25 Anos de Parada e Blue Space. O evento virtual que irá mesclar shows com depoimentos, celebrando um quarto de século da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo e da Casa Noturna Blue Space.

A ação também irá contextualizar esse período de 25 anos politicamente, pontuando os principais avanços ocorridos em prol dos direitos LGBTI durante esta trajetória. A SMDHC também apoia este evento por meio de sua Coordenação de Comunicação, com a produção da arte gráfica virtual do evento pelo artista gráfico Beto Cavalcante.

Além disso, acontece também o Fórum de Direitos LGBT+, nos dias 16 e 17 de junho, das 10h às 15h30. O evento contará com a presença de ativistas, políticos e estudiosos do Brasil, Canadá, Argentina e Chile, que discutirão a evolução dos direitos e da contribuição econômica LGBTI na região, além do aumento da presença desta população no cenário político.

A abertura do evento contará com a presença da Embaixadora do Canadá no Brasil, Jennifer May, do Embaixador do Canadá na Argentina, David Usher, do Embaixador do Canadá no Chile, Michael Gort, e da Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Claudia Carletto.

Exposição Luz & Sombra

Outra ação promovida pela prefeitura de São Paulo durante o mês do orgulho LGBT é a exposição fotográfica Luz & Sombra. A ação retrata integrantes do Programa Transcidadania, iniciativa municipal que oferece auxílio financeiro, cursos de capacitação, apoio psicológico e legal a pessoas trans na cidade de São Paulo. Em 2020, o número de vagas do Transcidadania subiu de 240 para 510 bolsas.

A exposição acontece em parceria com a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô. Ao todo, são 20 fotografias, de mulheres e de um homem trans, feitas pelo fotógrafo Piti Reali, que podem ser vistas até o final de junho na Estação São Paulo-Morumbi e, em julho, na Estação Fradique Coutinho.

As fotografias foram realizadas no começo do ano, em um ensaio fotográfico promovido pela SMDHC e que leva o mesmo nome da exposição. As fotos foram idealizadas para retratar a transformação que a garantia de direitos básicos da cidadania proporcionou na vida das personagens.

Ações da Prefeitura sobre HIV/Aids

Todo primeiro domingo de dezembro acontece a Caminhada da Aids, como forma de unir toda a população na luta contra o preconceito às pessoas soropositivas e conscientizar sobre a prevenção e tratamento do vírus. O evento tem como objetivo dar visibilidade a luta das pessoas com HIV pelo direito ao tratamento.

A ação foi idealizada pela Coordenação de Políticas LGBTI, da SMDHC, como parte da programação do Dezembro Vermelho da cidade de São Paulo, e foi aprovada por Lei 16.917, de 7 de junho de 2018. As duas últimas edições da caminhada não aconteceram devido às medidas restritivas da pandemia.

A SMDHC também liderou a instituição do Comitê Intersecretarial para Identificação de Políticas em HIV/AIDS, reunindo representantes das Secretarias Municipais de Assistência e Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Justiça, Mobilidade e Transporte, Habitação e Saúde.

A proposta central do Comitê é alinhar questões de saúde aos contextos sociais das pessoas. Considerando sempre o debate sobre a prevenção e tratamento do HIV e Aids, o órgão tem um olhar transversal que perpassa pelas diferentes vulnerabilidades sociais, pois elas afetam e interferem na prevenção, no diagnóstico e no tratamento da doença.

parada
Foto: Loja das Pocs

Serviço

25ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo
Data: domingo, 6 de junho, a partir das 14h
Onde: No YouTube, nos canais APOLGBT-SP, Dia Estúdio e dos apresentadores que participam da ação.

Exposição Luz & Sombra (Linha 4-Amarela)
Estação São Paulo Morumbi – até 30 de junho
Estação Fradique Coutinho – de 3 a 31 de julho

Fórum de Direitos LGBT+
Data: de 16 e 17 de junho, das 10h00 às 15h30
Onde: No YouTube da APOLGBT-SP

Palco da Diversidade – 25 Anos de Parada e Blue Space
Data: 27 de junho, das 19h00 às 21h00
Onde: Nas redes sociais da APOLGBT-SP, do Museu da Diversidade Sexual e da Blue Space

Deixe uma resposta