Museu da Diversidade Sexual tem programação especial para o mês de novembro

Evento em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra é um dos destaques da programação da instituição

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -
- Publicidade -

No mês de novembro, o Museu da Diversidade Sexual (MDS), instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, realiza eventos para diferentes públicos. As ações são presenciais, gratuitas e com vagas limitadas. As inscrições para participar de cada uma delas são feitas em formato on-line.

Museu da Diversidade Sexual tem programação especial para o mês de novembro - Divulgação
Museu da Diversidade Sexual tem programação especial para o mês de novembro – Divulgação

Famílias Plurais – 3º encontro

No primeiro domingo do mês, dia 5 de novembro, é a vez das famílias de pessoas LGBTQIAP+ participarem do encontro Famílias Plurais, que tem como objetivo expandir as representatividades dentro do núcleo familiar e formar uma rede de apoio e acolhimento entre pessoas. Esse é o terceiro de uma série de quatro encontros e, nesta edição, serão ensinados alguns conceitos básicos de fotografia para o uso da câmera de celular.

“Esta atividade, com quatro encontros, tem como objetivo aproximar-se de famílias plurais, a partir de um lugar de acolhimento, que seja confortável para discutir e refletir sobre os conceitos existentes e produzir materiais que representam essas famílias e potencializem o combate ao preconceito e a discriminação” diz Nay Costa, educador do Museu da Diversidade Sexual.

O encontro acontece no Centro de Referência e Empreendedorismo do Museu da Diversidade Sexual, localizado na Av. São Luis, 120, na República, bairro do centro de São Paulo, a partir das 14h. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas no link.

Jogo Pajubá no Festival Revita Prates

No dia 10 de novembro, o Museu da Diversidade Sexual participará do Festival Revita Prates, demonstrando o jogo Pajubá, desenvolvido a partir do dialeto utilizado pela comunidade LGBTQIAP+, no qual o público é convidado a interpretar e descobrir o significado de novas palavras utilizadas pela comunidade.

O Festival Revita Prates acontece uma vez por ano e trata-se de um projeto intersetorial que conta com a participação das instituições da Cultura, Saúde, Assistência, Trabalho e Educação da rede do Bom Retiro e centro de São Paulo, voltado para usuários, colaboradores da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) e da comunidade do entorno. A edição que terá a participação do MDS será no Capes Prates, localizado na Rua Prates, 1101, no bairro do Bom Retiro, em São Paulo, a partir das 14h.

Rolezinho – É Som de Preto!

Em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado no dia 20 de novembro, o Núcleo de Educação do MDS promove no sábado, dia 18, o “Rolezinho – É som de Preto!”, que tem como objetivo destacar as narrativas de luta e resistências negras presentes na comunidade LGBTQIAP+ de São Paulo. Durante o percurso, serão revisitadas importantes memórias e referências existentes na cidade.

O evento acontece das 10h às 12h, e o ponto de encontro será o Centro de Referência e Empreendedorismo do Museu da Diversidade Sexual, localizado na Av. São Luis, 120, na República, bairro do centro de São Paulo. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas no link.

Desenho da Memória

A Desenho da Memória é uma oficina de arte indicada para qualquer idade, para quem tem ou não experiência artística. Seu objetivo é construir imagens coloridas sobre acetato, técnica que provoca com sua estética, uma relação entre cores e formas com a memória afetiva. A partir de jornais e fotografias em preto e branco, o público é convidado a utilizar a imaginação poética para trazer cores às reproduções.

A oficina acontece no dia 25 de novembro, a partir das 15h, no Centro de Referência e Empreendedorismo do Museu da Diversidade Sexual, na Av. São Luis, 120, na República, bairro do centro de São Paulo. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo link.

As informações referentes aos eventos da programação de novembro, podem ser solicitadas pelo e-mail educativo@museudadiversidadesexual.org.br.

Serviço:

Famílias Plurais – 3º encontro
Data: 5 de novembro
Horário: a partir das 14h
Local: Centro de Referência e Empreendedorismo do Museu da Diversidade Sexual – Av. São Luis, 120 – República – São Paulo
Nº de vagas: limitadas
Inscrição: No link

Jogo Pajubá no Festival Revita Prates
Data: 10 de novembro
Horário: a partir das 14h
Local: Capes Prates – Rua Prates, 1101 – Bom Retiro – São Paulo
Nº de vagas: limitadas
Inscrição: Não é necessário inscrição

Rolezinho – É som de Preto!
Data: 18 de novembro
Horário: das 10h às 12h
Local: Centro de Referência e Empreendedorismo do Museu da Diversidade Sexual – Av. São Luis, 120 – República – São Paulo
Nº de vagas: limitadas
Inscrição: No link

Desenho da Memória
Data: 25 de novembro
Horário: a partir das 15h
Local: Centro de Referência e Empreendedorismo do Museu da Diversidade Sexual – Av. São Luis, 120 – República – São Paulo
Nº de vagas: limitadas
Inscrição: No link

Sobre o MDS
O Museu da Diversidade Sexual (MDS) é uma instituição do Governo do Estado de São Paulo ligada à Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, sendo o primeiro equipamento cultural da América Latina relacionado à Memória e Estudos da Diversidade Sexual.

A instituição é destinada à memória, arte, cultura, acolhimento, valorização da vida, agenciamento e desenvolvimento de pesquisas envolvendo a comunidade LGBTQIAPN+ (contemplando a diversidade de siglas que constituem hoje o MDS) e seu reconhecimento pela sociedade brasileira. Trata-se de um museu que nasce e vive a partir do diálogo com movimentos sociais LGBTQIAPN+, que se propõe a discutir a diversidade sexual e tem, em sua trajetória, a luta pela dignidade humana e a promoção por direitos, atuando como um aparelho cultural para fins de transformação social.

Atualmente, o MDS passa por uma reforma de ampliação da sua sede, na estação República do metrô, em São Paulo. Com isso, a unidade terá melhor infraestrutura para abrigar exposições, mostras e demais ações educativas do Museu, alcançando um público ainda maior.

Sobre o Instituto Odeon

Atualmente o Museu da Diversidade Sexual é gerido pelo Instituto Odeon, uma organização social que tem como missão promover gestão e produção cultural e artística de excelência, em diálogo com a educação, agregando valor público para a sociedade. O Instituto Odeon existe para trazer mais cultura para as cidades e mais arte para as pessoas. Quer transformar a percepção do público sobre museus e eventos culturais, trabalhando em direção a um país que promove a expressão da arte, expande o acesso ao que é produzido e leva a sério seu legado cultural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- Publicidade -

Latest News

Bloco ‘Tarado Ni Você’ convida Caetana para show na Casa Natura Musical

No dia 22 de fevereiro, quinta-feira, às 22h30, a Casa Natura Musical recebe o show-tema “A Grande Cobra Coral Encantada”, do bloco Tarado Ni Você

More Articles Like This

- Publicidade -