Marcio Zanini conquista diversos públicos com “Uma Vida Padrão”, seu primeiro romance gay

Lançado em outubro deste ano, “Uma vida padrão”, primeiro romance gay escrito pelo autor premiado Marcio Zanini, se destaca entre diversos públicos. Envolvendo preconceitos, hipocrisias em uma narrativa bastante sensual que traz o hype das contas no OnlyFans como uma das discussões, a obra é lida fortemente por mulheres. Segundo as informações disponíveis no Skoob, somente 40% dos leitores são homens e o autor expressa sua felicidade em alcançar pessoas que não fazem parte da comunidade LGBTQIA+.

foto
Reprodução

“Queria falar sobre preconceito em suas várias formas”, Marcio Zanini traz reflexões sobre os preconceitos presentes dentro do próprio meio, mas também levanta mensagens sobre a forma como os homens homossexuais se espelham na vida de um heterossexual para definir como padrão. “Todo mundo deve seguir uma vida padrão? E se eu ser feliz de forma diferente, como vou lidar com isso?”, ele questiona.

Apostando em uma narrativa que envolve sexo e momentos de pura sensualidade, “Uma vida padrão” não é classificada somente como uma história de cunho erótico. “É menosprezar todas as mensagens que o livro traz”, Marcio Zanini informa que não é somente sobre conflitos amorosos e sexuais, a obra também explora as questões emocionais, morais e psicológicas sofridas por um homem adulto, dentro e fora da sua bolha social.

Muito conhecido por escrever thriller e dark fantasy, o artista revelou que sempre compartilhou do interesse em desenvolver um romance gay, mas nunca se sentiu completamente acolhido pelo mercado editorial nacional com história envolvendo a comunidade LGBTQIA. “É nessa mudança de cenário que decidi pôr em prática aquilo que já havia feito em meus dois outros livros: o diferente e o inovador. Enquanto muitas histórias do gênero são direcionadas ao público jovem (16 anos), parti para o conteúdo adulto, focando nos leitores acima dos 18 anos.”, concluiu ao reforçar que reconhece que a maioria dos seus leitores são expressivamente mulheres.

Na história acompanhamos Matheus conhecendo Roger intimamente após beberem juntos com amigos. Com vontade de repetir o momento, o homem recorre ao seu novo amigo Gabriel, profissional sexual que vende seu corpo digitalmente em plataformas on-lines. Se propondo a ajudar o apaixonado, Gabriel dá aula de sedução e possivelmente acaba flechando o aluno com suas técnicas. Com sentimentos à flor da pele, Matheus precisa lidar com as divergências da vida, sendo uma delas o preconceito com profissionais do ramo sexual.

“Uma vida padrão” está disponível somente em eBook na Amazon por R$ 1,99 e disponível gratuitamente para assinantes do Kindle Unlimited.

Link: https://www.amazon.com.br/Uma-vida-padr%C3%A3o-hist%C3%B3ria-Matheus-ebook/dp/B09HPYD3TN

Sinopse: Matheus conheceu Roger em uma rodinha de amigos em uma festa. Depois de algumas bebidas o impensável aconteceu. Agora Matheus quer que aconteça de novo, isso se ele conseguir convencer Roger a mudar de ideia. Eis que o destino decide colocar outro peão nesse tabuleiro. Gabriel, um homem que ganha a vida vendendo sua imagem sexual em sites especializados, entra na vida de Matheus como um amigo, e está disposto a ajudá-lo com suas dicas de conquistas. Só tem um problema. Matheus é cativante demais.
Ah não, tem outro problema. Matheus é preconceituoso contra a profissão de Gabriel.
Marcio Zanini joga no liquidificador: amor, ódio, perdão, preconceito, violência, sexo, desejo, amizade, questões morais, traição… e extrai um livro que vai te envolver, te fazer rir, chorar e outras sensações proibidas para menores de 18 anos.

Deixe uma resposta